Em 2016, o Instituto Center Norte realizou um diagnóstico vocacional da Zona Norte de São Paulo e identificou, em quatro bairros da região, uma forte presença de cursos de corte e costura realizados por diversas organizações locais. Os dados levantados mostravam que mais de 300 pessoas já foram treinadas nestes cursos, no entanto, os dados de empregabilidade dessas costureiras não foram medidos.


  • Assim, alinhado à vocação da Zona Norte e com a importante missão de empoderar essas mulheres, criamos o projeto “Rede de Costureiras Empreendedoras da Zona Norte” em parceria com a Rede Asta, um negócio social que busca a diminuição da desigualdade através de treinamentos, formação de rede e acesso à mercado para artesãs e costureiras de baixa renda.

A essência do projeto é transformar o consumo em uma ferramenta de inclusão social e econômica de 300 mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade social na Zona Norte da cidade, capacitando-as para se tornarem empreendedoras da moda, com suas coleções próprias e um ponto de venda exclusivo no Shopping Center Norte – o Quiosque Solidário. Nossa ideia é evitar projetos isolados e pontuais e ultrapassar os limites das organizações sociais, fortalecendo as mulheres por meio da atuação em rede, com encontros temáticos e treinamentos para que ganhem escala em suas vendas e produções.

O projeto será dividido em três fases, executadas de janeiro a dezembro de 2018:


  • 1. Promover a formação de rede de costureiras na Zona Norte, favorecendo a integração e intercâmbio de experiências entre elas.
    2. Capacitar as costureiras no desenvolvimento de competências empreendedoras, viabilizando o acesso à conhecimento, redes e visibilidade.
    3. Disseminar as boas práticas do modelo a partir do registro de histórias de sucesso para serem replicados à outras regiões da cidade.